domingo, 24 de julho de 2011

Nação Sport e Nação Celeste

Nem é necessário me alongar sobre o bom momento que vive a Seleção Uruguaia. Os últimos acontecimentos deixaram evidente que estamos vivenciando um ressurgimento da velha potência futebolística.

A Celeste que, antes mesmo de existir Copa do Mundo, já tinha sido bicampeã olímpica, honra que a Canarinho sequer alcançou até hoje.

A Celeste que conquistou duas Copas do Mundo, enquanto grandes seleções europeias, como Inglaterra, França e Espanha, só possuem uma.

A Celeste que acabou de se tornar a maior campeã das Américas, com 15 títulos, ultrapassando a Albiceleste.

Quem está por trás destas glórias?

Uma nação com 3.4 milhões de habitantes que simplesmente respira futebol. 

A Nação Celeste.

Nação tão populosa quanto a nossa nação em expansão, a Nação Sport Club do Recife, que, segundo a última pesquisa do IBOPE, conta com 3.3 milhões de aficionados.

Isto me faz refletir sobre o nosso potencial, o quão longe ainda podemos chegar.

Reflitam também.

Tenho a convicção que esta nação pode construir um Sport gigante, ainda mais vitorioso que o Sport atual.

Que o futebol uruguaio nos sirva de exemplo. Que a Celeste nos sirva de inspiração.

A nação de Ademir, Manga e Vavá pode sim aprender com a nação de Nasazzi, Schiaffino e Forlán. Por que não?

7 comentários:

  1. Assistindo o Jogo, na hora que o narrador xomentou sobre esses números, na hora pensie no Sport... Boa ligação deste tópicos... parabéns

    ResponderExcluir
  2. Francisco Nunes(Xinho)25 de julho de 2011 09:44

    Parabéns 'URUGUAI',pela determinação,raça e muito talento.Quero lembrar que um dos maiores jogadores da história do Sport foi um uruaguaio,o inesquecivel Raul Bentancour e, posteriormente, tivemos o grande zagueiro Taborda,campeão pernambucano em 1980.

    ResponderExcluir
  3. É verdade, Francisco.
    Temos um post falando exclusivamente de Bentancor.
    Se quiseres dar uma olhadar:
    http://futurosportrecife.blogspot.com/2011/06/raul-bentancor.html
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Estive no Museo do Futebol,no Estádio Cntenário, na semana seguinte à conquista da Copa América. Estava usando a camisa oficial do SPORT. O funcionário da recepção logo identificou a camisa e fêz eferências a o grande Raul Betencourt, que é um dos homenageados do museo.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito. Sport e Uruguai tem tudo a ver! Raça e história! Ah e temos um grande ídolo uruguaio em nossa história também! Gostaria muito de uma atenção maior de nossos diretores no futebol uruguaio pra quem sabe termos um outro grande ídolo de lá!
    PST!

    ResponderExcluir